14 de jan de 2008

Matemática 13: Réguas Cuisenaire


~~~~~~~~~~~~~~
Réguas Cuisenaire
~~~~~~~~~~~~~~
Criado por Georges Cuisenaire (1891-1976), é composto de barras em forma de prismas quadrangulares, feitas de madeira, com cores padronizadas. Os comprimentos variam de 1 em 1 centímetro, indo de 1 a 10.

Utilizado para: explorar seqüência numérica; frações (o aluno identifica as relações entre a parte e o todo); coordenação motora; memória; análise-sintese; constância de percepção de forma, tamanho e cores.

<><><><><><><>

Este material, de Georges Cuisenaire (1953) consiste em dez peças confeccionadas em cores diferentes:
• Branca = 1

• Vermelha = 2

• Verde clara = 3

• Carmim = 4

• Amarela = 5

• Verde escura = 6

• Preta = 7

• Marrom = 8

• Azul = 9

• Alaranjada = 10


A menor peça é um cubo com um centímetro de aresta e indica a unidade. A partir deste cubo são construídas as demais peças.
A segunda peça é um paralelepípedo, cuja base, igual ao cubo e altura dupla correspondente a dois cubos, indica a quantidade dois.
A terceira peça é, também, um paralelepípedo com a base, igual ao cubo e a altura tripla, ou seja, correspondente a três cubos, indica a quantidade três.
E, assim, as outras peças continuam a aumentar até chegar à altura igual a dez vezes a aresta do cubo.
Deve ser observado que, na construção do material por Cuisenaire, houve a preocupação de fazer uma associação entre número e cor:


- A peça menor, cubo, que corresponde à unidade, é branca;

- As peças 2, 4 e 8 são: vermelha, carmim e marrom (nuances do vermelho);

- As peças 3, 6 e 9 são: verde clara, verde escura azul (nuances do verde/azul);

- As peças 5 e 10 são amarela e alaranjada (nuances do amarelo);

- A peça 7 é preta.


Deve-se notar, ainda, a seguinte associação:
- As peças branca e preta são únicas, ou seja, não possuem nuances e correspondem aos números primos 1 e 7;

- Os conjuntos: 2, 4 e 8; 3, 6 9; 5 e 10 evidenciam os dobros, triplos, as potências 2 e 3.


Com as dez peças o professor tem um recurso material excelente para o ensino da matemática.


Emile-Georges Cuisenaire
O professor belga, nascido em 1891, criou as chamadas "barrinhas Cuisenaire". Trata-se de um jogo de iniciação à matemática. A manipulação das barrinhas obriga cada criança a reconstruir a aritmética, conforme as suas possibilidades e diferenças em cada etapa de crescimento. Ela é levada a ver, fazer, calcular, comprovar e compreender, segundo uma progressão que vai dos sentidos à inteligência. Ao mesmo tempo, aprende a criar equivalências.
<><><><><><><><>

Organizado por Ivanise Meyer ®

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...