20 de set de 2011

Estado de Alerta contra a Dengue


Atenção, professores!

Saiu no Diário Oficial Municipal do Rio de Janeiro no dia 1 de setembro, o decreto n.º 34.377 de 31/8/2011 que institui
ESTADO DE ALERTA CONTRA  DENGUE
 e dispõe sobre a prevenção e controle da transmissão da dengue na Cidade do Rio de Janeiro.
Precisamos mobilizar a todos para que não ocorra nova epidemia de dengue em nossa cidade no próximo verão.


A dengue é um doença causada por um vírus.
A fêmea do mosquito Aedes aegypti é  transmissora do vírus da dengue.
Através de sua picada, ela passa o vírus da dengue de uma pessoa doente para outra pessoa sadia.
Ela coloca seus ovos em locais úmidos e perto de água parada.
Quando os ovos entram em contato com a água, as larvas saem dos ovos e continuam seu processo de desenvolvimento.
Não adianta apenas acabar com os mosquitos.
É preciso evitar que a fêmea encontre lugares para colocar seus ovos.
Atenção:
Aproximadamente 82% dos criadouros dos ovos desse mosquito
 estão DENTRO DAS RESIDÊNCIAS.
~~~~~~~~~~~~~~
Clique para ver materiais sobre dengue nos blogs:

2 de set de 2011

Bienal do Livro 2011

XV Bienal do Livro
de 1 a 11 de setembro
no Riocentro

Olá, visitante!
Que compartilhar com todos vocês
minha grande alegria deste ano:
meu livro
BRINCAR & VIVER: PROJETOS EM EDUCAÇÃO INFANTIL
estará na Bienal no estande da WAK Editora
com a nova capa da
5.ª edição.


Estará à venda durante a Bienal
no estande da editora WAK
Pavilhão Azul, Rua H-2.

para saber os horários da Bienal.


Organização de Ivanise Meyer

11 de jun de 2011

Olá, visitante!

Olá, visitante dos Baús!
~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~
Os baús ficaram "parados" durante um tempinho,
pois tive problemas pessoais,
que me impediram de atualizar as postagens.

Faço as postagens por prazer em colaborar
como tantos professores, coordenadores,
diretores, mães e pessoas interessadas em Educação.
Porém, além de lecionar em duas escolas,
 tenho uma família para cuidar.
No meu tempo vago,
sempre que possível,
 faço minhas postagens nos blogs.
Os baús são uma oportunidade de ampliar
meu trabalho como educadora
há mais de 20 anos.
As pessoas que admiram os baús e todo seu conteúdo,
sabem de suas qualidades e
que jamais faria uma postagem "por fazer",
só para encher a página...

Atualizarei os blogs nos próximos dias,
além de responder aos inúmeros e-mails enviados.

Agradeço pelo apoio e compreensão de vocês.

Um beijinho,
♥ Ivanise Meyer ♥

Em tempo: Já respondi a todos os e-mails enviados. Bjks.

3 de mai de 2011

Dia das Mães

Dia das Mães
~~~~~~~~~~~~~
Para acessar as sugestões dos Baús
(mensagens, lembrancinhas, vídeos, imagens para pintar) 

Organizado por Ivanise Meyer®

30 de abr de 2011

Vacinação contra Gripe

Vacina é prevenção!
~~~~~~~~~~~~~~~~~~
A Campanha de Vacinação contra a gripe será realizada do dia 25 de abril a 13 de maio em todo Brasil. Temos uma novidade para este ano: além dos idosos e indígenas, também serão imunizados gestantes, crianças entre 6 meses e menores de dois anos e profissionais de saúde. Proteção para quem mais precisa!


A 13ª Campanha Nacional de Vacinação contra a gripe começa dia 25 de abril de 2011. Este ano o Ministério da Saúde amplia a oferta da vacina para trabalhadores de saúde, crianças na faixa etária de seis meses a menores de dois anos, gestantes, além dos idosos a partir dos 60 anos e povos indígenas. São cerca de 32.750.000 milhões de doses da vacina contra a gripe.
A campanha se encerra dia 13 de maio, tendo 30 de abril como o Dia de Mobilização Nacional.

18 de abr de 2011

19 de abril - Dia do Índio

19 de abril
Dia do Índio
~~~~~~~~~~~~~
Já fiz algumas postagens sobre este assunto,
indiquei histórias para as crianças,
leitura para os professores,
e sugestões de atividades.
Hoje indico um texto que li
e gostei muito:


As sugestões do Baú de Ideias

♥♥♥
Organizado por Ivanise Meyer®

17 de abr de 2011

Dia do Livro

Dia Nacional do Livro Infanto-Juvenil
18 de abril
~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~
Neste dia tão especial para nós que amamos a literatura,
indico este livro da Editora Paulinas:

Contos de Hans Christian Andersen (Traduzidos do dinamarquês)


As histórias e os contos escritos por Andersen refletem em sua maioria os contrastes sociais da época. Ao confrontar os padrões de comportamento dos poderosos e dos desprotegidos, Andersen defendeu seu ideal de igualdade entre os homens. Curiosamente, a infância pobre do grande escritor foi matéria-prima para suas histórias. Um paradoxo, pois essas histórias que lhe renderam fama entre os aristocratas, retrataram justamente os contrastes da sociedade dinamarquesa entre o forte e o fraco. Outra parte do encanto que há nos contos de Andersen está na sua capacidade de falar dos sentimentos e emoções em linguagem simples, sem afetações, muito próxima da linguagem coloquial de sua época.

♥♥♥
Sugestões de autores e livros clique no
Para acessar as dicas do Baú de Ideias
 clique aqui.

Organizado por Ivanise Meyer®

13 de abr de 2011

Páscoa

Páscoa
~~~~~~~~~~
Visite as sugestões dos Baús






Riscos e Moldes

Organizado por Ivanise Meyer®


8 de abr de 2011

A Educação Carioca está em luto...

Aos visitantes dos Baús
~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~
Aconteceu hoje (7/4/2011), pela manhã, um crime nunca imaginado aqui no Brasil.
Um homem insano entrou em uma escola da prefeitura e atirou
em crianças inocentes
 na Escola Municipal Tasso da Silveira (Realengo).
Só parou quando foi alvejado por um policial; logo em seguida cometeu o suicidio.
Quando ouvíamos notícias como essas vindas dos Estados Unidos,
nos entristecemos, ficamos assustados, mas era em outro país.
Mas hoje aconteceu aqui, bem perto de nós...

Oremos pelos atingidos,
crianças que morreram sem saber o porquê,
inocentes que perderam suas vidas.
Ficará marcado para sempre em nossos corações,
a dor de cada uma dessas famílias,
a dor de cada criança que perdeu sua vida,
vida que mal havia começado...

Deus,
dá conforto aos corações dessas famílias
neste momento tão difícil.
Deus,
receba estas crianças no teu reino,
pois elas perderam suas vidas
inocentemente.
Deus,
dá serenidade aos que confortarão estas famílias,
pois elas precisarão de todo nosso apoio
neste momento de dor.
Deus,
que esssa maldade não feche nossos corações
para o amor, a fraternidade,
a solidariedade e a fé.
Amém.

Ivanise Meyer

24 de mar de 2011

Plaquinhas para Porta

Plaquinhas para Porta
~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~
Este ano criei novas plaquinhas para as portas da escola.

♥ Materiais: EVA, botões decorados, olhos móveis, cola quente, régua, tesoura e estilete. Palavras: cartolina, impressora e contact.
♥ Como fazer: cortar a base (21 X 28 cm). Dica para ficar "reto", use um molde em cartolina e corte em volta. Não meça no EVA porque ele é irregular. Para cortar reto, eu uso estilete e régua.
As tiras (em cima e embaixo) têm 2 cm de largura.
A palavra foi impressa em cartolina e plastificada (pode usar Contact).
Dispor os bonecos e o texto ANTES de colar.


 As imagens utilizadas para escrever o nome de cada sala
estão no meu álbum Picasa.

Veja os detalhes:
Clique nas imagens para ampliar.













Veja aqui outras plaquinhas que já fiz.

Organizado por Ivanise Meyer®

19 de mar de 2011

1 minuto de silêncio pelo Japão

Um minuto de silêncio
~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~
Que cada um de nós faça seu "minuto de silêncio" pelas vítimas dos desastres naturais ocorridos no Japão.
Neste minuto façamos nossas orações pelos que se foram e pelos que terão que reconstruir o país.
Neste minuto oremos pelos heróis anônimos salvam vidas.
Neste minuto oremos pelas famílias japonesas, que mesmo na adversidade, são exemplos de força, tolerância e educação.


A Lenda do Tsuru

O Tsuru é um dos animais que simbolizam a mocidade eterna e felicidade da Ásia.
Diz-se que ela vive 1000 anos. São, possivelmente, os pássaros mais velhos da Terra.
Era considerado o pássaro companheiro dos eremitas que faziam meditação nas montanhas. Como esses eram eremitas místicos, que supunham terem poderes sobrenaturais para não envelhecer, o tsuru, passou a ser considerado um pássaro possuidor de vida longa.
É uma das aves mais conhecidas do Oriente, perdendo apenas para a Fênix, a ave que renasce das cinzas.
A cegonha é considerada a mãe de todas as aves e representa o canal entre o mundo dos vivos e dos mortos.
Algumas vezes a imagem do tsuru é colocada em caixões, para que a alma do morto seja levada para o céu em suas costas.
Como um símbolo de longevidade, os japoneses costumam presentear os amigos com uma dobradura de papel (origami) em forma de Tsuru.
Dizem que se você conseguir dobrar mil tsurus (enquanto mentaliza um desejo), este desejo será realizado !!!

Fonte: http://thousandsoftsuru.wordpress.com/about/

Mil tsurus

Aprendi a dobrar o tsuru em 1992
em uma oficina de Origami.
Também foi a primeira vez que ouvi a lenda do tsuru.
Pensei:
- Dobrar 1.000 tsurus deve demorar muito!!!
No dia seguinte, ensinei a uma colega a dobrar o pássaro e contei a lenda para ela.
Neste momento, percebi que ao ensinar a dobra do tsuru
estava multiplicando os meus,
que quanto mais ensinasse
rapidamente chegaria aos mil tsurus...

Se cada um de nós dobrar um tsuru, mentalizando bons desejos para o povo japonês,
em breve teremos os "mil tsurus"...
Já comecei a dobrar o tsuru em meu um minuto de silêncio e oração.
Deixei uma indicação de vídeo e os esquemas
Organizado por Ivanise Meyer

8 de mar de 2011

Uso da tesoura

Uso da tesoura
na Educação Infantil
~~~~~~~~~~~~~~~~~~~
Artigo de Ivanise Meyer

As tesouras utilizadas pelas crianças devem ter as pontas arredondadas, pois evitam que a criança  produza um furo na pele durante o corte. Porém, não devemos esquecer que a lâmina da tesoura é capaz de machucar uma criança que esteja utilizando inadequadamente este instrumento de corte.

Antes dos 4 anos, é desaconselhável o uso da tesoura para atividades de recorte. É necessário planejar atividades para desenvolver a coordenação motora fina que antecedem o uso da tesoura. Algumas sugestões:
Coordenação das Mãos (estimulação da movimentação das mãos, sem que o braço faça o mesmo, ficando apenas como em uma postura de "suporte"):
- Apertar e soltar (livremente e usando materiais);
- Bater palmas em diferentes ritmos e intensidades;
- Pintar com as mãos;
 - Rasgar e amassar papéis;
- Brincar com bolas de diferentes tamanhos;
- Modelagem: massa de modelar (plastilina), areia molhada, argila, massa de farinha.
- Tocar instrumentos da bandinha rítmica.

Conquistada a coordenação das mãos, a criança passa ter um melhor desempenho nas atividades que exigem movimentos diferenciados dos dedos:
- Brincar com os dedos: estalar, entrelaçar, brincar de "tocar piano";
- Músicas que usem os dedos (nomeando ou movimentando os dedos);
- Rasgar papéis com as pontas dos dedos;
- Enfiar em barbante: macarrão (cru), canudinho (pedaços), rolinhos de papel, contas;
- Dobraduras (origami);
- Alinhavos;
- Recorte usando os dedos.

Fases do Recorte e Colagem

- Antes dos 4 anos a criança deve recortar os papéis com as mãos e colar à vontade. Conversar com a criança sobre o uso da cola (exemplos: não exagerar na quantidade de cola).

Nas produções de recorte e colagem podemos observar as seguintes fases:

- Fase celular: recorta e cola de qualquer maneira, sem intenção de formar cenas. Gosta de ter material variado. Nesta fase, a professora deverá intervir quanto ao uso correto da tesoura (cuidado para não cortar os dedos) e o uso da cola (controlar a quantidade utilizada). Ainda não nomeia suas produções.

- Fase das formas isoladas: não dá forma definida ao recorte, mistura muito o que recorta, mas já está enriquecendo sua experiência. Oferecer materiais variados para enriquecer a colagem: barbante, lã, canudinho, algodão, paetês, tecido, etc. Às vezes, consegue nomear suas produções.

- Fase da cena simples: a criança recorta tirinhas e cola para armar um esboço simples. Deixa quase sempre uma área vazia. É uma fase sem proporção. Já consegue nomear sua produção (exemplo: um barco).

- Fase da cena completa: a criança usa as tirinhas, geralmente faz a "linha de base" (o "chão" que aparece também em seu desenho), usa formas variadas para compor sua produção (recorta intencionalmente). Percebe-se uma cena. Nomeia e explica sua produção (exemplo: É um barco navegando no rio.).

Essas "fases" também podem ser observadas no desenho. Cabe ao professor, além do incentivo e de escolher os materiais necessários para cada fase, planejar atividades para que as crianças avancem. A criança não aprende sozinha, não cria no "vazio"... Ela precisa da intervenção do adulto, ou de outra criança mais experiente, para avançar em suas hipóteses e experiências. Leia mais em Produção Artística das Crianças.

O professor deve observar: como a criança segura a tesoura (o canhoto necessita de tesoura adaptada as suas necessidades), como manuseia o papel (ou outro material para corte) e como utiliza a cola, para fazer as intervenções necessárias, pois há técnicas que facilitam o uso dos materiais.

Nunca se ausentar do local onde as crianças estejam utilizando tesoura e cola. Ter atenção aos materiais que serão manuseados, exemplo: não oferecer botões e objetos que possam ser engolidos à criança que coloca qualquer coisa na boca. Se necessário, redigir um combinado do que "pode e não pode" fazer no recorte e colagem. Cuidado para que eles não cortem cabelos e roupas deles ou dos colegas.

Ao utilizar a tesoura, a criança desenvolve o uso bilateral das mãos: mão dominante corta e a outra dá suporte ao papel.

Para auxiliar o uso da tesoura, o professor deverá planejar atividades de recorte na qual a criança use a tesoura em movimento para frente (linhas retas), direção lateral da tesoura (esquerda / direita), corta figuras geométricas simples (quadrado, triângulo e círculo), corta figuras complexas e corta material que não seja papel (tecidos como o TNT são fáceis de cortar).

É difícil para uma criança visualizar o "contorno" de uma imagem colorida impressa (como nas revistas), ela acaba cortando algum pedaço... Para começar, eu contorno com caneta hidrocor (linha grossa) a figura desejada e explico à criança que ela cortará o contorno. Veja no exemplo:

Ao cortar seguindo o contorno, a criança perceberá os detalhes sem se preocupar em cortar o rabo ou as orelhas do cachorro. Aos poucos, a criança não necessitará deste contorno.

Outro modelo que gosto de usar é o do "boneco" (a linha grossa facilita o corte para a criança):
Clique para ampliar.

Falando em tesoura... Sugiro a história "Clact... Clact... Clact..." de Liliana Iacocca e Michele Iacocca, editora Ática. Será que essa tesoura tem um parafuso a menos na cabeça? Doidinha da silva, ela fica picotando os papéis, sem nunca se dar por satisfeita!
Outra sugestão: recortar figuras em revistas (não mais utilizadas), colar em papel branco e compor cena usando lápis cera, lápis de cor ou caneta hidrocor. Em rostos grandes, separe olhos, boca, nariz, orelhas e componha novos rostos em um papel.
Há "papéis de presente" que trazem figuras boas para utilizar no recorte e colagem.

Tipos de tesoura:

Tesoura sem ponta

Tesoura para canhoto
Tesoura adaptada
Organizado por Ivanise Meyer®

Parabéns, Mulheres!

Parabéns a todas as Visitantes!
~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~
Hoje no Dia Internacional da Mulher
quero homenagear educadoras que
se destacaram na história da Educação.

Maria Montessori
(1870-1952)
.................................
Nascida na Itália, chegou à pedagogia por caminhos indiretos. Primeira mulher de seu país a doutorar-se me medicina, seus múltiplos interesses levaram-na a estudos diversos. Dedicou-se inicialmente às crianças deficientes. Em 1909 ela publicou os princípios básicos de seu método.
Para saber mais clique aqui.

Emilia Ferreiro
............................
Emilia Ferreiro nasceu na Argentina em 1936. Doutorou-se na Universidade de Genebra, sob orientação do biólogo Jean Piaget, cujo trabalho de epistemologia genética ela continuou, estudando e aprofundando-se em um assunto que Piaget não explorou: a escrita.
A partir do ano de 1974, Ferreiro desenvolveu na Universidade de Buenos Aires uma série de experimentos com crianças, a qual expôs as conclusões do estudo na obra Psicogênese da Língua Escrita, juntamente com a pedagoga Ana Teberosky (foto abaixo).
Gostaria de homenagear as educadoras brasileiras
e de outros países que me influenciaram neste anos de estudo,
mas a postagem ficaria enorme!!!
Tive uma ideia: a cada mês, como homenagem,
farei um breve resumo da biografia e obras
dessas mulheres essenciais na minha vida de estudante e professora.
Um beijinho para todas as mulheres
por este dia escolhido especialmente para NÓS!
Ivanise
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...