30 de nov de 2014

Natal - Símbolos do Natal

 

Símbolos do Natal
Todo ano na época do Natal muitas pessoas decoram suas casas. Os shoppings, lojas, supermercados e tudo que há ao nosso redor se enche de cores, brilho e muita luz. O Natal é comemorado em virtude do nascimento de Jesus Cristo, mas você sabe o real significado de cada um dos símbolos presentes nessa data repleta de amor e alegria? Confira abaixo os significados dos principais símbolos natalinos.
Árvore - Representa a vida renovada, o nascimento de Jesus. O pinheiro foi escolhido por suas folhas sempre verdes, cheias de vida. Essa tradição surgiu na Alemanha, no século XVI. As famílias germânicas enfeitavam suas árvores com papel colorido, frutas e doces. Somente no século XIX, com a vinda dos imigrantes à América, é que o costume espalhou-se pelo mundo.
* * *

Presentes - Simbolizam as ofertas dos três reis magos. Hábito anterior ao nascimento de Cristo. Os romanos celebrava a Saturnália em 17 de dezembro com troca de presentes. O Ano Novo romano tinha distribuição de mimos para crianças pobres.
* * *
 

Velas - Representam a boa vontade. No passado europeu, apareciam nas janelas, indicando que os moradores estavam receptivos.
Representam o fogo da vida eterna e cujas luzes indicam a chegada de uma nova era.
* * *
 

Estrela
 - No topo do pinheiro, representa a esperança dos Reis magos em encontrar o filho de Deus. A estrela guia os orientou até o estábulo onde nasceu Jesus.
* * *
 

Cartões 
- Surgiram na Inglaterra em 1843, criados por John C. Horsley que o deu a Henry Cole, amigo que sugeriu fazer cartas rápidas para felicitar conjuntamente os familiares.
* * *
 

Comidas típicas
 - O simbolismo que o alimento tem na mesa vem das sociedades antigas que passavam fome e encontravam na carne, o mais importante prato, uma forma de reverenciar a Deus.
* * *
 

Presépio - Reproduz o nascimento de Jesus. O primeiro a armar um presépio foi São Francisco do Assis, em 1223. As ordens religiosas se incumbiram de divulgar o presépio, a aristocracia investiu em montagens grandiosas e o povo assumiu a tarefa de continuar com o ritual.
Há uma postagem especial no Baú de Ideias sobre o presépio, clique aqui.
* * *
 
Boneco de NeveÉ proveniente da neve existente no hemisfério norte, lugar que exige das pessoas uma convivência maior dentro das casas, e o clima natalino é um momento que proporciona essa convivência, onde as famílias se reúnem para confraternizar.
Nos países frios, as crianças saem durante o dia para produzir o boneco de neve. Colocam duas bolas grandes de neve uma sob a outra, um cachecol, uma cenoura para fazer o nariz, um chapéu, laranjas para fazer os olhos e galhos para servir de pés e mãos.
Mesmo em países tropicais como o Brasil, o boneco de neve se transformou em peça de decoração de árvore de natal.
* * *
 
GuirlandasÉ um adorno natalino feito com flores, frutas e/ou ramagens entrelaçadas.
Durante o mês de dezembro a guirlanda é utilizada nas casas, é composta de ramos de pinheiro ou cipreste, enfeites vermelhos e laços.
O uso da guirlanda refere-se a Roma Antiga, pois para os romanos oferecer um ramo de planta significa um voto à saúde, proporcionando o costume de enrolar os ramos em uma coroa. Os romanos expunham as coroas nas portas para favorecer a saúde de todas as pessoas da casa.
* * *
 
Sinos - Representam o anúncio para a humanidade do nascimento de Jesus Cristo.
* * *
 
Coroa do AdventoÉ de ramos de pinheiro ou cipreste. Sendo verde é sinal de esperança e vida. Enfeitada com fita vermelha, que simboliza o amor de Deus que nos envolve, e também a manifestação do nosso amor, que espera ansioso o nascimento do Filho de Deus. Na coroa encontramos 4 velas, uma para cada domingo do advento. Começa-se no primeiro domingo, acendendo apenas uma vela e, à medida que vão passando os domingos, vamos acendendo as velas, até chegar ao quarto domingo quando todas devem estar acesas: as velas simbolizam a nossa fé, nossa alegria pelo Deus que vem.
Para saber sobre a coroa do advento clique aqui.
* * *
 
CeiaÉ o símbolo do banquete eterno. É o momento em que a família se reúne. Na Ceia costuma se colocar no centro, uma vela acesa para simbolizar o Cristo que nos une em volta de si e que é a nossa luz.
* * *
 
AnjosMensageiros de Deus na história da salvação. São sinal de que “os Céus se abriram e Deus visitou o seu povo”. Simbolizam a comunicação de Deus.
* * * 

Bolas ColoridasAs bolas coloridas, que adornam o pinheirinho querem significar os frutos daquela árvore viva que é Jesus. Representam os dons maravilhosos que o nascimento de Jesus nos trouxe.
* * *
 
Meias na Chaminé - A origem do uso das meias vem de um velho conto, em que três meninas pobres que estavam na extrema necessidade de dinheiro para comprar os seus dotes de casamento, haviam colocado suas meias penduradas para secar pelo calor da lareira. São Nicolau – de onde teve origem o Papai Noel – ficou sabendo de suas necessidades, e deixou uma moeda de ouro em cada meia.
* * *
 
 
Bengalas Coloridas - Representam as bengalas utilizadas pelos pastores que foram visitar Jesus.
* * *
 
Luzes - Substituem as velas, que representam o fogo da vida eterna e cujas luzes indicam a chegada de uma nova era.
* * *
 
Papai Noel - há uma postagem especial no Baú de Ideias sobre o Papai Noel, clique aqui.
 
Organizado por Ivanise Meyer® 


Natal - Nascimento de Jesus (presépio)

 
Universal, abrangente, calorosa ­ assim é a festa de Natal, que envolve a todos. Uma das mais coloridas celebrações da humanidade, é a maior festa da cristandade, da civilização surgida do cristianismo no Ocidente.
* * *
Independente do consumismo, tão marcante, o Natal mantém símbolos sagrados do dom, do mistério e da gratuidade.
* * *
Na origem, as comemorações festivas do ciclo natalino vêm da distante Idade Média, quando a Igreja Católica introduziu o Natal em substituição a uma festa mais antiga do Império Romano, a festa do deus Mitra, que anunciava a volta do Sol em pleno inverno do Hemisfério Norte. A adoração a Mitra, divindade persa que se aliou ao Sol para obter calor e luz em benefício das plantas, foi introduzida em Roma no último século antes de Cristo, tornando-se uma das religiões mais populares do Império.
* * *
A data conhecida pelos primeiros cristãos foi fixada pelo Papa Júlio I para o nascimento de Jesus Cristo como uma forma de atrair o interesse da população. Pouco a pouco o sentido cristão modelou e reinterpretou o Natal na forma e intenção.
* * *
Conta a Bíblia que um anjo anunciou para Maria que ela daria a luz a Jesus, o filho de Deus. Na véspera do nascimento, o casal viajou de Nazaré para Belém, chegando na noite de Natal. Como não encontraram lugar para dormir, eles tiveram de ficar no estábulo de uma estalagem. E ali mesmo, entre bois e cabras, Jesus nasceu, sendo enrolado com panos e deitado em uma manjedoura. Pastores que estavam próximos com seus rebanhos foram avisados por um anjo e visitaram o bebê. Três reis magos que viajavam há dias seguindo a estrela guia igualmente encontraram o lugar e ofereceram presentes ao menino: ouro, mirra e incenso. No retorno, espalharam a notícia de que havia nascido o filho de Deus.


Presépio
Significado do presépio de Natal
O presépio é uma montagem com peças, que faz referência ao momento do nascimento de Jesus Cristo. Com o menino Jesus na manjedoura ao centro, o presépio apresenta o local  e os personagens bíblicos que estavam presentes neste importante momento cristão.

Origem do presépio de Natal
De acordo com fontes históricas, o primeiro presépio foi montado por São Francisco de Assis no Natal de 1223. O frade católico, montou o presépio em argila na floresta de Greccio (comuna italiana da região do Lácio). Sua ideia era montar o presépio para explicar as pessoas mais simples o significado e como foi o nascimento de Jesus Cristo.
No século XVIII, a tradição de montar o presépio, dentro das casas das famílias, se popularizou pela Europa e, logo em seguida, por outras regiões do mundo.

Tradição da montagem do presépio
É tradição em várias regiões do mundo a montagem do presépio na época de Natal. Os presépios podem varias em tamanho e materiais usados. Existem presépios minúsculos e outros em tamanho real. As peças podem ser feitas de madeira, argila, metal ou outros materiais. O mais comum, atualmente, é a montagem dentro das casas das famílias cristãs. Porém, encontramos também presépios em lojas, empresas, praças, escolas e outros locais públicos.


Peças do presépio (personagens representados)
- Menino Jesus (filho de Deus);
- Virgem Maria (mãe de Jesus Cristo);
- José (pai de Jesus Cristo);
- Manjedoura com palhas em um curral (local onde nasceu Jesus);
- Burro e boi ou ovelhas (animais do curral, representam a simplicidade do local onde Jesus nasceu);
- Anjos (responsáveis por anunciar a chegada de Jesus);
- Estrela de Belém (orientou os reis Magos quando Jesus nasceu);
- Pastores (representam a simplicidade das pessoas do local em que Jesus nasceu);
- Reis Magos (Melquior, Baltasar e Gaspar).

Os Reis Magos foram homens que guiados por uma estrela conseguiram visitar Jesus logo após seu nascimento. Reconhecidos como Baltasar, rei da Arábia de cor negra; Melchior, rei da Pérsia de cor clara e Gaspar, rei da Índia de cor amarela, representam os povos de toda cor e nação.

Traziam consigo presentes a Jesus que tinham um significado especial:
O ouro representava nobreza e era presente oferecido apenas para reis;
O incenso representava a fé e era presente oferecido apenas para sacerdotes;
A mirra representava perfume suave e sacrifício e era presente oferecido a profetas.

Na simbologia, os reis magos também representavam os ricos e poderosos que, apesar de suas posses e conquistas, curvaram-se a Jesus, homem humilde que nasceu de um ventre virgem em uma estrebaria rodeada de animais mostrando que todos nós nascemos para servir o próximo, independente de etnia e classe social.
 
Organizado por Ivanise Meyer®

Natal - Papai Noel


PAPAI NOEL

Personagem destacado na festa de Natal é o Papai Noel. São Nicolau, chamado Santa Klaus, bispo de Myra, na Lícia antiga, sudoeste da Ásia Menor, da atual Turquia. Durante o século IV, este homem de fé marcante foi transformado legendariamente neste Papai universal e providente que oferece às crianças presentes, brinquedos e carinhos da terceira idade.
 
* * *
Contam seus biógrafos que este bispo salvou da prostituição três moças jogando-lhes, à noite, pelas janelas, três sacos de ouro como dote de casamento. Dizia-se também de forma lendária que São Nicolau no dia de sua festa em 06 de dezembro de cada ano, passaria de telhado em telhado depositando presentes nas meias colocadas nas chaminés. Ele estaria acompanhado de um "homem mau" encarregado de punir as crianças desobedientes. Em 1087 mercadores italianos roubaram de Myra as relíquias deste bispo e a trouxeram para Bari, na Itália, onde hoje se encontram.
* * *
Nicolau foi substituído em alguns países pela lenda do menino Jesus que distribuiria presentes na noite do dia 24 de dezembro. Unindo estes contos às antigas lendas nórdicas, renas, trenós de neve e gnomos míticos, temos hoje todos os ingredientes de um conto infantil do hemisfério norte, capaz de comover até os adultos que ainda sonham com sua infância.
* * *
Na antiguidade se trocavam presentes na festa do solstício de inverno, como um sinal de renovação. Em Roma se festejava a deusa Strenia. Nos países nórdicos o deus Odin à cavalo sobre uma nuvem trazia para as crianças recompensas ou punições face ao seu comportamento.
* * *
O atual Papai Noel, de roupa vermelha e saco às costas, nasce nos Estados Unidos na metade do século XIX como um São Nicolau transmudado em gnomo ou duende e, logo em seguida foi transformado em um simpático velhinho. Ele é introduzido na Europa depois da Primeira Guerra Mundial e se impõe pouco a pouco pela pressão comercial e daqueles que querem festejar o Natal sem referências religiosas.
 

O nome de Papai Noel
em vários países:
 
Brasil:Papai Noel
Alemanha: Nikolaus (ou Weihnachtsmann - literalmente, "homem do Natal")
Chile: Viejito Pascuero
Colômbia: Papá Noel ou Santa Claus
Dinamarca: Julemanden
Espanha, Argentina, Paraguai , Peru e Uruguai: Papá Noel
Estados Unidos: Santa Claus
Finlândia: Joulupukki
França: Père Noël
Inglaterra: Father Christmas
Itália: Babbo Natale
Países Baixos: Sinterklaas
Portugal: Pai Natal
México: Santa Claus
Porto Rico: Santa Claus (pronunciado en Puerto Rico, "SantaClo'" devido ao spanglish)
República Dominicana: Santa Claus (pronunciado como Santa Clo o às vezes Santi Clo)
Rússia: Babouschka
 
AS RENAS DO PAPAI NOEL
As renas do Papai Noel são as únicas renas do mundo que sabem voar, ajudando-o a entregar os presentes para as crianças do mundo todo na noite de natal. Quando o Papai Noel pede para serem rápidas elas podem ser as mais rápidas renas do mundo, mas quando o Papai Noel quer, elas se tornam lentas.
* * *
O mito das renas foi inventado na Europa, no Século XIX.
A quantidade de renas que puxam o treno é controversa, tudo por que a rena Rudolph tem uma lenda própria na qual essa rena teria entrado para equipe de renas titulares por ter um nariz vermelho e brilhante que ajuda a guiar as renas durante as tempestades. E a partir deste ano a quantidade de renas passou a ser 9, diferente dos trenós tradicionais de 8 renas. Tal lenda foi criada em 1939 e retrada em um filme "Rudolph, A Rena do Nariz Vermelho" (1960 e 1998).
* * *
O nome das renas, em inglês são:
Rudolph, Dasher, Dancer, Prancer, Vixen, Comet, Cupid, Donner e Blitzen.
E em português são:
Rodolfo, Corredora, Dançarina, Empinadora, Raposa, Cometa, Cupido, Trovão, Relâmpago.
* * *
 
CURIOSIDADES...
Uma das pessoas que ajudaram a dar força à lenda do Papai Noel foi Clemente Clark Moore, um professor de literatura grega de Nova Iorque que lançou o poema "Uma visita de São Nicolau", em 1822, escrito para seus seis filhos.
Nesse poema, Moore divulgava a versão de que ele viajava num
trenó puxado por renas. Ele também ajudou a popularizar outras características do bom velhinho, como o fato dele entrar pela chaminé.
O caso da
chaminé, inclusive, é um dos mais curiosos na lenda de Papai Noel. Alguns estudiosos defendem que isso se deve ao fato de que várias pessoas tinham o costume de limpar as chaminés no Ano Novo para permitir que a boa sorte entrasse na casa durante o resto do ano.
No poema, várias tradições foram buscadas de diversas fontes e a verdadeira explicação da chaminé veio da Finlândia. Os antigos
lapões viviam em pequenas tendas, semelhantes a iglus, que eram cobertas com pele de rena. A entrada para essa “casa” era um buraco no telhado.
A última e mais importante característica incluída na figura do Papai Noel é sua blusa vermelha e branca. Antigamente, ele usava cores que tendiam mais para o
marrom e costumava usar uma coroa de azevinhos na cabeça, mas não havia um padrão.
Seu atual visual foi obra do
cartunista Thomas Nast, na revista Harper's Weeklys, em 1886, na edição especial de Natal. Em alguns lugares na Europa, contudo, algumas vezes ele também é representado com os paramentos eclesiásticos de bispo, tendo, em vez do gorro vermelho, uma mitra episcopal.
* * *
PAPAI NOEL NA FINLÂNDIA
Nos países do norte da Europa, diz a tradição que o Papai Noel não vive propriamente no Pólo Norte, mas sim na Lapônia, mais propriamente na cidade de Rovaniemi, onde de fato existe o "escritório do Papai Noel" bem como o parque conhecido como "Santa Park", que se tornou uma atração turística do local. Criou-se inclusive um endereço oficial como a residência do Papai Noel, a saber:
Santa Claus
FIN-96930 Arctic Circle
Rovaniemi - Finlândia
* * *
Em função disso, a região de Penedo, distrito de Itatiaia, no Rio de Janeiro, que é uma colônia finlandesa, se auto-declarou como a "residência de verão" do Papai Noel.
* * *
 
Pesquisa: Wikipédia
 
 
Sugestão para Atividades
 
Essas peças podem servir para brincar de jogo da memória (reproduzir 2 vezes para cada criança). Outras sugestões: como "selos" de cartinhas, para enfeitar os cadernos, como auto-ditado.
 

 

Organizado por Ivanise Meyer®
 
 
 

 


27 de nov de 2014

Ação de Graças

 
 
Dia de Agradecer
~~~~~~~~~~~~~~~~
 
O Dia de Ação de Graças (conhecido em inglês como Thanksgiving Day) é um feriado celebrado maioritariamente nos Estados Unidos e Canadá. Nos Estados Unidos é celebrado na quarta Quinta-feira de Novembro, e no Canadá, na segunda Segunda-feira de Outubro.
Como o próprio nome diz, o Dia de Ação de Graças é um dia onde as pessoas se juntam para demonstrarem a sua gratidão a Deus pelas bênçãos recebidas durante o ano, expressando também carinho pelos seus amigos e familiares. Este é um dos feriados mais importantes dos Estados Unidos e Canadá, juntamente com o Natal e a Passagem de Ano.
O Dia de Ação de Graças é um feriado familiar, onde é normal realizar longas viagens para que os parentes estejam reunidos. Outra grande tradição deste feriado é a comida. As famílias celebram este dia com muita fartura gastronômica, onde tipicamente se come peru (por isso também é conhecido como Turkey Day - Dia do Peru), batata-doce, purê de batata, torta de abóbora, torta de maçã, torta de nozes, entre muitas outras coisas.

Origem do Dia de Ação de Graças

Os primeiro Dia de Ação de Graças foi celebrado nos Estados Unidos em 1620 em Plymouth, Massachusetts, pelos peregrinos fundadores da vila.
Depois das colheitas terem sido gravemente prejudicadas pelo Inverno rigoroso, os colonos tiveram uma boa colheita de milho no Verão seguinte, em 1621. Para marcar e celebrar a ocasião depois de sucessivos anos complicados a nível de agricultura, o governador da vila resolveu organizar uma festa no Outono de 1621. Nessa festa participaram cerca de 90 índios e foram comidos patos, perus, peixes e milho. A partir desse ano, na Nova Inglaterra, em cada Outono era organizada uma festa de gratidão a Deus, por causa das boas colheitas.
Em 1863, Abraham Lincoln (presidente na época) anunciou que a quarta quinta-feira de Novembro seria conhecida como o Dia Nacional de Ação de Graças.

Curiosidades sobre o Dia de Ação de Graças

Existe uma cerimônia no Dia de Ação de Graças, onde o Presidente americano em exercício perdoa dois perus (um oficial e um reserva), salvando assim os animais do mesmo destino dos outros 46 milhões de perus - a estimativa de perus que são consumidos durante o feriado.
O Dia de Ação de Graças é também muito conhecido por grandes desfiles. O mais conhecido desfile de todos é o da Macy's em Nova Iorque, onde participam centenas de figuras mediáticas e personagens do mundo infantil e da fantasia como Mickey, Homem Aranha, entre outros. No Dia de Ação de Graças também é disputado um jogo de futebol americano, um dos esportes mais apreciados nos Estados Unidos.
A Sexta-feira depois do dia de Ação de Graças é conhecida como Black Friday (Sexta-feira Negra em português). Nesse dia, várias lojas fazem promoções surpreendentes, e por esse motivo, as lojas ficam superlotadas, de tal forma que todos os anos, há sempre casos de confrontos entre clientes que lutam tentando obter os mesmos produtos, ou pessoas que passam mal por estarem nesse tipo de condições adversas.

Fonte: http://www.significados.com.br/dia-de-acao-de-gracas/

 
 
Dia Nacional de Ações de Graças

A ideia de transformar o "Dia de Ação de Graças" em acontecimento universal nasceu de um brasileiro, Joaquim Nabuco, quando Embaixador do Brasil em Washington.
Em 1909, na Catedral de São Patrício, ao final da primeira Missa Pan-Americana, que celebrava o "Dia de Ação de Graças", o Embaixador brasileiro formulou publicamente o seguinte voto: "Eu quisera que toda a humanidade se unisse, no mesmo dia, para um agradecimento universal a Deus".

O diplomata brasileiro soube expressar em sua ideia todo o conhecimento que tinha sobre a população de seu país, baseado em seu passado histórico, firmando sempre, desde as origens, nas tradições cristãs do respeito à liberdade e aos direitos humanos, na proibição constitucional das guerras, na busca de solução dos conflitos sem derramamento de sangue, enfim, um país voltado para a paz.

No Brasil, o "Dia Nacional de Ação de Graças" foi instituído por meio da Lei nº 781, de 17 de agosto de 1949, pelo presidente Eurico Gaspar Dutra. O Decreto nº 57.298, de 19 de novembro de 1965, regulamenta as comemorações do "Dia Nacional de Ação de Graças". Finalmente, a Lei nº 5.110, de 22 de setembro de 1966, determina que o "Dia Nacional de Ação de Graças" seja comemorado na 4.ª quinta-feira do mês de novembro, sendo o Ministério da Justiça o órgão legalmente incumbido de promover a sua celebração.

Fonte: http://portal.mj.gov.br/data/Pages/MJAD82FBF6ITEMIDFA39B22278B6448FB367A4DD31A0322EPTBRNN.htm

Organizado por Ivanise Meyer®
 




18 de nov de 2014

Natal com a Turma da Mônica

 
Encontrei lindos vídeos da Turma da Mônica, do Maurício de Souza, sobre o Natal!
 
Os links estão aqui:
 
"O Natal de todos nós"
Mauricio de Souza pergunta a cada personagem como é o seu Natal.
Cada um dá uma explicação como comemora o Natal:
Horácio (como será o Natal), Jotalhão (fala de "Nicolau", o Papai Noel), Cebolinha (fala sobre quando o pai não pode comprar o que pediu), Magali (fala das comidas), Mônica (como é o Natal na casa dela, sobre como descobriu que Papai Noel é o seu papai), Cascão, Bidu, Chico Bento (roupa nova), Anjinho e Astronauta.
 
 
"A Estrelinha mágica" (1988)
Mônica e Cebolinha encontram a estrelinha mágica e, juntos, vivem uma emocionante aventura.
 
Essa versão gravada de VHS está com 58 minutos:
 
 
"Linda noite de Natal"
Horácio fala sobre o espírito de Natal, nascimento de Jesus.
A turma reunida para falar sobre o Natal (com músicas do "Estrelinha Mágica"), cada criança desapegou de um brinquedo para presentear outras crianças. Papai Noel dá uma mensagem sobre fazer o Natal "todos os dias".
 
 
"As doze badaladas do sino de Natal" (2011)
Na trama, o coelho da Mônica some e ela vai tirar satisfações com Cebolinha. O menino, que está ajudando a mãe com a decoração de Natal de sua casa, cheio de alegria pela data especial, é surpreendido com a chegada da baixinha muito zangada. Cebolinha fica triste com a acusação, já que nessa época do ano todos devem ser bons uns com os outros, mas logo descobre o verdadeiro culpado: Cascão, que aparece todo sujo após fugir de Mônica. A campainha da casa de Cebolinha toca pela terceira vez e agora é Magali, chorando, pois sofreu uma grande injustiça: sua mãe não a deixou comer a ceia de Natal antes da hora.Quando a bagunça começa, Cebolinha cobra de todos o espírito natalino, mas Mônica, Cascão e Magali voltam a brigar e a confusão só é interrompida pelos sinos de Natal.
 
 
"Véspera de Natal"
 
 
"Feliz Natal para todos"
No especial "Feliz Natal pra Todos", Mauricio de Sousa conversa por uma webcam com Mônica, Cebolinha, Magali, Cascão, Bidu, Anjinho e outros integrantes da Turma da Mônica sobre a comemoração da data.
Após o bate-papo, Maurício se surpreende quando seus filhos aparecem na tela do computador e o chamam para celebrar a passagem do Natal.
Um remake de "O Natal de Todos Nós".
 
 
"O Natal legal do Cebolinha"
Música (1:33 min)
 
 
"Um Natal glacial" (2002)
Tentando evitar que a Mônica ganhasse um bicho de pelúcia ainda maior para bater neles, Cascão e Cebolinha acabam descobrindo que o natal está em perigo!
 
 
"Turma do Penadinho: Um Natal diferente"
 
 
"Um plano infalível de Natal" (música)
 
 
"O Papai Noel que existe dentro de você" (música)
 
 
"É Natal"! (música)
 
 
"Brincar de dar presente" (música)
 
 
"Quando chega dezembro" (música)
 
 
Organizado por Ivanise Meyer®
 
 
 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...