5 de dez de 2014

Papai Noel na porta (como fazer)

 
Papai Noel na porta da sala
~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~
Se você fizer uma pesquisa de imagens pelo Google, verá várias fotos com sugestões de portas decoradas com motivos natalinos (Papai Noel, rena, boneco de neve, etc).
 
 
Materiais:
- Papel 40 quilos (ou papel pardo) para desenhar o "molde" (3 folhas)
- Corpo: papel 40 quilos vermelho (2 folhas, na horizontal)
- Fundo: papel 40 quilos azul (1 folha, na horizontal)
- Gorro: EVA vermelho para o gorro (usei uma folha grande) ou Papel 40 quilos vermelho
- Cinto e botas: papel 40 quilos preto
- Fivela: cartolina dourada
- Barba, bigode, detalhes da roupa e gorro: EVA branco (com textura)
- Caneta hidrocor (preta): para riscar a divisão das pernas.
- Fita adesiva transparente.
- Tesoura, régua, estilete, caneta preta (de retroprojetor), cola branca e pistola de cola quente.

* Usei a cola quente para as peças em EVA, o rosto e os detalhes em branco.
Nas demais peças usei cola branca.
 
Etapas:
FAZENDO O MOLDE
1 - Tirar as medidas da porta. Esta da foto tem cerca de 80 cm X 2,10 m.
2. Colar folhas de papel 40 quilos (brancas) ou papel pardo até ficar na medida da porta.
3. Colar na porta com fita adesiva e desenhar o esboço do Papai Noel.
4. Tirar a folha e cortar as peças (atenção nas peças que precisam de um espaço "a mais" para passar a cola depois).
 
 
ROSTO DO PAPAI NOEL
 
1. Eu fiz o rosto do Papai Noel colando na sequência que está na foto:
(1) rosto, (2) barba, (3) bigode, (4) cabelinho, (5) gorro vermelho, (6) detalhe do gorro.
Os olhos podem ser colados ou desenhados. Nariz e sobrancelhas foram desenhadas com caneta preta (retroprojetor) e nas bochechas apliquei um pouquinho de blush rosa com pincel.
 
* O pompom só foi colado depois que todo Papai Noel estava montado, devido ao espaço da porta. Então, guarde o pompom para o final da montagem.
 

MONTAGEM DA BASE
 
1. Cole a parte azul na parte vermelha. Eu colei toda a base antes de colocar na porta.
* No alto da porta, prenda com fita adesiva grossa. Acerte as laterais para não "sobrar". Prenda também a parte debaixo da base.
* Usando fita adesiva (transparente) prenda todas as laterais. Faça um lado de cada vez.
Ficará 0,5 cm na cartolina e 0,5 cm na porta.
* Geralmente as portas têm maçanetas, então faça o acabamento da melhor maneira possível.
Eu tive que cortar um pedaço (veja no lado direito) e "encapar" o trinco com o papel 40 quilos vermelho e fita adesiva.
* Coloque o rosto do Papai Noel (que já está pronto) sobre a base, marque com lápis onde será colada. Reserve a peça.
 
2. Marque a metade da barriga e a metade das pernas (use a régua).
* Cole o detalhe da roupa (a tira vertical branca) na metade que você marcou.
 
3. Cole a barra (a tira horizontal branca).
 
4. Cole o cinto por cima da tira vertical.
 
5. Fiz as luvas para dar a impressão que ele está com as mãos no cinto.
Obs.: atenção nas peças próximas às bordas da porta, dê um espaço de quase 1 centímetro, senão a porta não vai fechar... Veja as áreas circuladas em azul na foto acima.
 
6. Cole as botas.
 
7. Cole o rosto do Papei Noel (que já está pronto).
 
8. Cole o pompom (observe para não encostar na borda da porta).
 
 
Ficou lindo! E as crianças ficaram encantadas!!!
 

Se quiser conhecer outras sugestões, visite meu álbum Picasa clicando aqui.
 
Organizado por Ivanise Meyer®


4 de dez de 2014

Festa de Natal

Imagem do corredor que leva até a minha sala.
 
Festa de Natal
~~~~~~~~~~~~~~~~
 
Este ano foi muito especial, pois foi meu primeiro ano como regente de Sala de Leitura.
Além de arrumar a sala, organizando o acervo da sala e os espaços, atendi às turmas da escola, fiz o curso "Literatura desde o Berço", conheci o trabalho realizado pelas colegas de outras Salas de Leitura, e consegui concretizar grande parte do que planejei.
O ponto alto deste ano foi a exposição sobre Monteiro Lobato, resultado do projeto que desenvolvi com as crianças.
Iniciei uma página do Baú de Ideias no Facebook, ampliando meus canais de comunicação com outros professores e pessoas envolvidas com projetos voltados à Educação Infantil.
Este é um ano de muitos agradecimentos! Começo por agradecer a Deus por me dar força e ânimo para desenvolver meu trabalho; a minha família, pelo incentivo e apoio; à direção da escola e seus profissionais de Educação, e principalmente, às crianças que são minha fonte de inspiração.
 

Quem me conhece, sabe que eu amo o Natal!
Natal é tempo de (re)nascimento!
Então, para compartilhar com as crianças todas as alegrias que vivi ao lado delas neste ano, fiz uma decoração natalina desde o corredor até a Sala de Leitura.
 
Que estes "presentes" estejam em  todos os dias do novo ano!
 
As crianças se encantaram com tudo!

Cada criança recebeu uma lembrancinha singela, mas dada com muito carinho.
O que mais gostaram foram os pirulitos e balinhas!

Esse Papai Noel "gigante" fez sucesso entre as crianças (e adultos!).

Obrigada, Patricia Amoretty pelas fotos! Minha amiga e colega de trabalho que tenho a honra de compartilhar sonhos e alegrias.
 
 
Fiz questão de trabalhar o sentido do Natal: o nascimento de Jesus!
As crianças assistiram ao vídeo: O primeiro Natal
 


 
Eu li para eles este livro:
"Bate o sino pequenino" (Ed. Paulinas)
E foi outro encantamento, pois as imagens são em pop-up!
 
 
Nada é capaz de recompensar mais do que o sorriso das crianças, o brilho nos olhinhos deles, a alegria de receber um doce como se fosse o maior presente do mundo!
É nessas horas que fico feliz por ter escolhido esta profissão.
 
Um beijinho,
Ivanise :)

 

30 de nov de 2014

Natal - Símbolos do Natal

 

Símbolos do Natal
Todo ano na época do Natal muitas pessoas decoram suas casas. Os shoppings, lojas, supermercados e tudo que há ao nosso redor se enche de cores, brilho e muita luz. O Natal é comemorado em virtude do nascimento de Jesus Cristo, mas você sabe o real significado de cada um dos símbolos presentes nessa data repleta de amor e alegria? Confira abaixo os significados dos principais símbolos natalinos.
Árvore - Representa a vida renovada, o nascimento de Jesus. O pinheiro foi escolhido por suas folhas sempre verdes, cheias de vida. Essa tradição surgiu na Alemanha, no século XVI. As famílias germânicas enfeitavam suas árvores com papel colorido, frutas e doces. Somente no século XIX, com a vinda dos imigrantes à América, é que o costume espalhou-se pelo mundo.
* * *

Presentes - Simbolizam as ofertas dos três reis magos. Hábito anterior ao nascimento de Cristo. Os romanos celebrava a Saturnália em 17 de dezembro com troca de presentes. O Ano Novo romano tinha distribuição de mimos para crianças pobres.
* * *
 

Velas - Representam a boa vontade. No passado europeu, apareciam nas janelas, indicando que os moradores estavam receptivos.
Representam o fogo da vida eterna e cujas luzes indicam a chegada de uma nova era.
* * *
 

Estrela
 - No topo do pinheiro, representa a esperança dos Reis magos em encontrar o filho de Deus. A estrela guia os orientou até o estábulo onde nasceu Jesus.
* * *
 

Cartões 
- Surgiram na Inglaterra em 1843, criados por John C. Horsley que o deu a Henry Cole, amigo que sugeriu fazer cartas rápidas para felicitar conjuntamente os familiares.
* * *
 

Comidas típicas
 - O simbolismo que o alimento tem na mesa vem das sociedades antigas que passavam fome e encontravam na carne, o mais importante prato, uma forma de reverenciar a Deus.
* * *
 

Presépio - Reproduz o nascimento de Jesus. O primeiro a armar um presépio foi São Francisco do Assis, em 1223. As ordens religiosas se incumbiram de divulgar o presépio, a aristocracia investiu em montagens grandiosas e o povo assumiu a tarefa de continuar com o ritual.
Há uma postagem especial no Baú de Ideias sobre o presépio, clique aqui.
* * *
 
Boneco de NeveÉ proveniente da neve existente no hemisfério norte, lugar que exige das pessoas uma convivência maior dentro das casas, e o clima natalino é um momento que proporciona essa convivência, onde as famílias se reúnem para confraternizar.
Nos países frios, as crianças saem durante o dia para produzir o boneco de neve. Colocam duas bolas grandes de neve uma sob a outra, um cachecol, uma cenoura para fazer o nariz, um chapéu, laranjas para fazer os olhos e galhos para servir de pés e mãos.
Mesmo em países tropicais como o Brasil, o boneco de neve se transformou em peça de decoração de árvore de natal.
* * *
 
GuirlandasÉ um adorno natalino feito com flores, frutas e/ou ramagens entrelaçadas.
Durante o mês de dezembro a guirlanda é utilizada nas casas, é composta de ramos de pinheiro ou cipreste, enfeites vermelhos e laços.
O uso da guirlanda refere-se a Roma Antiga, pois para os romanos oferecer um ramo de planta significa um voto à saúde, proporcionando o costume de enrolar os ramos em uma coroa. Os romanos expunham as coroas nas portas para favorecer a saúde de todas as pessoas da casa.
* * *
 
Sinos - Representam o anúncio para a humanidade do nascimento de Jesus Cristo.
* * *
 
Coroa do AdventoÉ de ramos de pinheiro ou cipreste. Sendo verde é sinal de esperança e vida. Enfeitada com fita vermelha, que simboliza o amor de Deus que nos envolve, e também a manifestação do nosso amor, que espera ansioso o nascimento do Filho de Deus. Na coroa encontramos 4 velas, uma para cada domingo do advento. Começa-se no primeiro domingo, acendendo apenas uma vela e, à medida que vão passando os domingos, vamos acendendo as velas, até chegar ao quarto domingo quando todas devem estar acesas: as velas simbolizam a nossa fé, nossa alegria pelo Deus que vem.
Para saber sobre a coroa do advento clique aqui.
* * *
 
CeiaÉ o símbolo do banquete eterno. É o momento em que a família se reúne. Na Ceia costuma se colocar no centro, uma vela acesa para simbolizar o Cristo que nos une em volta de si e que é a nossa luz.
* * *
 
AnjosMensageiros de Deus na história da salvação. São sinal de que “os Céus se abriram e Deus visitou o seu povo”. Simbolizam a comunicação de Deus.
* * * 

Bolas ColoridasAs bolas coloridas, que adornam o pinheirinho querem significar os frutos daquela árvore viva que é Jesus. Representam os dons maravilhosos que o nascimento de Jesus nos trouxe.
* * *
 
Meias na Chaminé - A origem do uso das meias vem de um velho conto, em que três meninas pobres que estavam na extrema necessidade de dinheiro para comprar os seus dotes de casamento, haviam colocado suas meias penduradas para secar pelo calor da lareira. São Nicolau – de onde teve origem o Papai Noel – ficou sabendo de suas necessidades, e deixou uma moeda de ouro em cada meia.
* * *
 
 
Bengalas Coloridas - Representam as bengalas utilizadas pelos pastores que foram visitar Jesus.
* * *
 
Luzes - Substituem as velas, que representam o fogo da vida eterna e cujas luzes indicam a chegada de uma nova era.
* * *
 
Papai Noel - há uma postagem especial no Baú de Ideias sobre o Papai Noel, clique aqui.
 
Organizado por Ivanise Meyer® 


Natal - Papai Noel


PAPAI NOEL

Personagem destacado na festa de Natal é o Papai Noel. São Nicolau, chamado Santa Klaus, bispo de Myra, na Lícia antiga, sudoeste da Ásia Menor, da atual Turquia. Durante o século IV, este homem de fé marcante foi transformado legendariamente neste Papai universal e providente que oferece às crianças presentes, brinquedos e carinhos da terceira idade.
 
* * *
Contam seus biógrafos que este bispo salvou da prostituição três moças jogando-lhes, à noite, pelas janelas, três sacos de ouro como dote de casamento. Dizia-se também de forma lendária que São Nicolau no dia de sua festa em 06 de dezembro de cada ano, passaria de telhado em telhado depositando presentes nas meias colocadas nas chaminés. Ele estaria acompanhado de um "homem mau" encarregado de punir as crianças desobedientes. Em 1087 mercadores italianos roubaram de Myra as relíquias deste bispo e a trouxeram para Bari, na Itália, onde hoje se encontram.
* * *
Nicolau foi substituído em alguns países pela lenda do menino Jesus que distribuiria presentes na noite do dia 24 de dezembro. Unindo estes contos às antigas lendas nórdicas, renas, trenós de neve e gnomos míticos, temos hoje todos os ingredientes de um conto infantil do hemisfério norte, capaz de comover até os adultos que ainda sonham com sua infância.
* * *
Na antiguidade se trocavam presentes na festa do solstício de inverno, como um sinal de renovação. Em Roma se festejava a deusa Strenia. Nos países nórdicos o deus Odin à cavalo sobre uma nuvem trazia para as crianças recompensas ou punições face ao seu comportamento.
* * *
O atual Papai Noel, de roupa vermelha e saco às costas, nasce nos Estados Unidos na metade do século XIX como um São Nicolau transmudado em gnomo ou duende e, logo em seguida foi transformado em um simpático velhinho. Ele é introduzido na Europa depois da Primeira Guerra Mundial e se impõe pouco a pouco pela pressão comercial e daqueles que querem festejar o Natal sem referências religiosas.
 

O nome de Papai Noel
em vários países:
 
Brasil:Papai Noel
Alemanha: Nikolaus (ou Weihnachtsmann - literalmente, "homem do Natal")
Chile: Viejito Pascuero
Colômbia: Papá Noel ou Santa Claus
Dinamarca: Julemanden
Espanha, Argentina, Paraguai , Peru e Uruguai: Papá Noel
Estados Unidos: Santa Claus
Finlândia: Joulupukki
França: Père Noël
Inglaterra: Father Christmas
Itália: Babbo Natale
Países Baixos: Sinterklaas
Portugal: Pai Natal
México: Santa Claus
Porto Rico: Santa Claus (pronunciado en Puerto Rico, "SantaClo'" devido ao spanglish)
República Dominicana: Santa Claus (pronunciado como Santa Clo o às vezes Santi Clo)
Rússia: Babouschka
 
AS RENAS DO PAPAI NOEL
As renas do Papai Noel são as únicas renas do mundo que sabem voar, ajudando-o a entregar os presentes para as crianças do mundo todo na noite de natal. Quando o Papai Noel pede para serem rápidas elas podem ser as mais rápidas renas do mundo, mas quando o Papai Noel quer, elas se tornam lentas.
* * *
O mito das renas foi inventado na Europa, no Século XIX.
A quantidade de renas que puxam o treno é controversa, tudo por que a rena Rudolph tem uma lenda própria na qual essa rena teria entrado para equipe de renas titulares por ter um nariz vermelho e brilhante que ajuda a guiar as renas durante as tempestades. E a partir deste ano a quantidade de renas passou a ser 9, diferente dos trenós tradicionais de 8 renas. Tal lenda foi criada em 1939 e retrada em um filme "Rudolph, A Rena do Nariz Vermelho" (1960 e 1998).
* * *
O nome das renas, em inglês são:
Rudolph, Dasher, Dancer, Prancer, Vixen, Comet, Cupid, Donner e Blitzen.
E em português são:
Rodolfo, Corredora, Dançarina, Empinadora, Raposa, Cometa, Cupido, Trovão, Relâmpago.
* * *
 
CURIOSIDADES...
Uma das pessoas que ajudaram a dar força à lenda do Papai Noel foi Clemente Clark Moore, um professor de literatura grega de Nova Iorque que lançou o poema "Uma visita de São Nicolau", em 1822, escrito para seus seis filhos.
Nesse poema, Moore divulgava a versão de que ele viajava num
trenó puxado por renas. Ele também ajudou a popularizar outras características do bom velhinho, como o fato dele entrar pela chaminé.
O caso da
chaminé, inclusive, é um dos mais curiosos na lenda de Papai Noel. Alguns estudiosos defendem que isso se deve ao fato de que várias pessoas tinham o costume de limpar as chaminés no Ano Novo para permitir que a boa sorte entrasse na casa durante o resto do ano.
No poema, várias tradições foram buscadas de diversas fontes e a verdadeira explicação da chaminé veio da Finlândia. Os antigos
lapões viviam em pequenas tendas, semelhantes a iglus, que eram cobertas com pele de rena. A entrada para essa “casa” era um buraco no telhado.
A última e mais importante característica incluída na figura do Papai Noel é sua blusa vermelha e branca. Antigamente, ele usava cores que tendiam mais para o
marrom e costumava usar uma coroa de azevinhos na cabeça, mas não havia um padrão.
Seu atual visual foi obra do
cartunista Thomas Nast, na revista Harper's Weeklys, em 1886, na edição especial de Natal. Em alguns lugares na Europa, contudo, algumas vezes ele também é representado com os paramentos eclesiásticos de bispo, tendo, em vez do gorro vermelho, uma mitra episcopal.
* * *
PAPAI NOEL NA FINLÂNDIA
Nos países do norte da Europa, diz a tradição que o Papai Noel não vive propriamente no Pólo Norte, mas sim na Lapônia, mais propriamente na cidade de Rovaniemi, onde de fato existe o "escritório do Papai Noel" bem como o parque conhecido como "Santa Park", que se tornou uma atração turística do local. Criou-se inclusive um endereço oficial como a residência do Papai Noel, a saber:
Santa Claus
FIN-96930 Arctic Circle
Rovaniemi - Finlândia
* * *
Em função disso, a região de Penedo, distrito de Itatiaia, no Rio de Janeiro, que é uma colônia finlandesa, se auto-declarou como a "residência de verão" do Papai Noel.
* * *
 
Pesquisa: Wikipédia
 
 
Sugestão para Atividades
 
Essas peças podem servir para brincar de jogo da memória (reproduzir 2 vezes para cada criança). Outras sugestões: como "selos" de cartinhas, para enfeitar os cadernos, como auto-ditado.
 

 

Organizado por Ivanise Meyer®
 
 
 

 


27 de nov de 2014

Ação de Graças

 
 
Dia de Agradecer
~~~~~~~~~~~~~~~~
 
O Dia de Ação de Graças (conhecido em inglês como Thanksgiving Day) é um feriado celebrado maioritariamente nos Estados Unidos e Canadá. Nos Estados Unidos é celebrado na quarta Quinta-feira de Novembro, e no Canadá, na segunda Segunda-feira de Outubro.
Como o próprio nome diz, o Dia de Ação de Graças é um dia onde as pessoas se juntam para demonstrarem a sua gratidão a Deus pelas bênçãos recebidas durante o ano, expressando também carinho pelos seus amigos e familiares. Este é um dos feriados mais importantes dos Estados Unidos e Canadá, juntamente com o Natal e a Passagem de Ano.
O Dia de Ação de Graças é um feriado familiar, onde é normal realizar longas viagens para que os parentes estejam reunidos. Outra grande tradição deste feriado é a comida. As famílias celebram este dia com muita fartura gastronômica, onde tipicamente se come peru (por isso também é conhecido como Turkey Day - Dia do Peru), batata-doce, purê de batata, torta de abóbora, torta de maçã, torta de nozes, entre muitas outras coisas.

Origem do Dia de Ação de Graças

Os primeiro Dia de Ação de Graças foi celebrado nos Estados Unidos em 1620 em Plymouth, Massachusetts, pelos peregrinos fundadores da vila.
Depois das colheitas terem sido gravemente prejudicadas pelo Inverno rigoroso, os colonos tiveram uma boa colheita de milho no Verão seguinte, em 1621. Para marcar e celebrar a ocasião depois de sucessivos anos complicados a nível de agricultura, o governador da vila resolveu organizar uma festa no Outono de 1621. Nessa festa participaram cerca de 90 índios e foram comidos patos, perus, peixes e milho. A partir desse ano, na Nova Inglaterra, em cada Outono era organizada uma festa de gratidão a Deus, por causa das boas colheitas.
Em 1863, Abraham Lincoln (presidente na época) anunciou que a quarta quinta-feira de Novembro seria conhecida como o Dia Nacional de Ação de Graças.

Curiosidades sobre o Dia de Ação de Graças

Existe uma cerimônia no Dia de Ação de Graças, onde o Presidente americano em exercício perdoa dois perus (um oficial e um reserva), salvando assim os animais do mesmo destino dos outros 46 milhões de perus - a estimativa de perus que são consumidos durante o feriado.
O Dia de Ação de Graças é também muito conhecido por grandes desfiles. O mais conhecido desfile de todos é o da Macy's em Nova Iorque, onde participam centenas de figuras mediáticas e personagens do mundo infantil e da fantasia como Mickey, Homem Aranha, entre outros. No Dia de Ação de Graças também é disputado um jogo de futebol americano, um dos esportes mais apreciados nos Estados Unidos.
A Sexta-feira depois do dia de Ação de Graças é conhecida como Black Friday (Sexta-feira Negra em português). Nesse dia, várias lojas fazem promoções surpreendentes, e por esse motivo, as lojas ficam superlotadas, de tal forma que todos os anos, há sempre casos de confrontos entre clientes que lutam tentando obter os mesmos produtos, ou pessoas que passam mal por estarem nesse tipo de condições adversas.

Fonte: http://www.significados.com.br/dia-de-acao-de-gracas/

 
 
Dia Nacional de Ações de Graças

A ideia de transformar o "Dia de Ação de Graças" em acontecimento universal nasceu de um brasileiro, Joaquim Nabuco, quando Embaixador do Brasil em Washington.
Em 1909, na Catedral de São Patrício, ao final da primeira Missa Pan-Americana, que celebrava o "Dia de Ação de Graças", o Embaixador brasileiro formulou publicamente o seguinte voto: "Eu quisera que toda a humanidade se unisse, no mesmo dia, para um agradecimento universal a Deus".

O diplomata brasileiro soube expressar em sua ideia todo o conhecimento que tinha sobre a população de seu país, baseado em seu passado histórico, firmando sempre, desde as origens, nas tradições cristãs do respeito à liberdade e aos direitos humanos, na proibição constitucional das guerras, na busca de solução dos conflitos sem derramamento de sangue, enfim, um país voltado para a paz.

No Brasil, o "Dia Nacional de Ação de Graças" foi instituído por meio da Lei nº 781, de 17 de agosto de 1949, pelo presidente Eurico Gaspar Dutra. O Decreto nº 57.298, de 19 de novembro de 1965, regulamenta as comemorações do "Dia Nacional de Ação de Graças". Finalmente, a Lei nº 5.110, de 22 de setembro de 1966, determina que o "Dia Nacional de Ação de Graças" seja comemorado na 4.ª quinta-feira do mês de novembro, sendo o Ministério da Justiça o órgão legalmente incumbido de promover a sua celebração.

Fonte: http://portal.mj.gov.br/data/Pages/MJAD82FBF6ITEMIDFA39B22278B6448FB367A4DD31A0322EPTBRNN.htm

Organizado por Ivanise Meyer®
 



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...