7 de jul de 2018

Linguagem 57: Leitura e Produção Textual

"Eu sou uma lagartixa!" 
de Alexandre de Castro Gomes, ilustrações de Cris Alhadeff
Editora do Brasil

♥♥♥
LAGARTIXA

Quando vi este livro no Salão FNLIJ do Livro para Crianças e Jovens, duas coisas me chamaram a atenção: o título e os dentes.

O título porque lemos o poema "O que eu descubro", da Maria Mazzetti, que lá pelo meio diz assim:
"No tronco, igual a uma lixa, escorrega a lagartixa."
Minha turma adora rimas! Quando leio para eles, ficam catando as rimas de ouvido...

E a aquela lagartixa me olhando... Não resisti, fui ler o livro. Gostei mais ainda e trouxe para casa.

Contei sobre o Salão do Livro, as pessoas que conheci, e tratei de ler "Eu sou uma lagartixa!".

A história foi envolvendo a turma de tal maneira, que no final eles começaram a aplaudir, numa alegria sem fim. Na segunda leitura, olhamos cada detalhe e rolou um papo muito legal. Sarah resumiu tudo: - Ele é muito criativo!

Depois todo mundo quis passar a mão na lagartixa da capa (ela tem uma textura áspera), momento de muita emoção!

Voltamos para os nossos lugares e sugeri escrever um "recado" sobre o livro para os autores (fizemos uma carta para a Bia Hetzel no ano passado). Mas, dessa vez, eles disseram que queriam escrever "sozinhos", cada um o seu recado e fazer um desenho.

Eles capricharam! Amanhã vou fotografar os recados e mandar para o Alexandre e a Cris.


Depois passei um episódio de “O Show da Luna" sobre como as lagartixas andam pelas paredes.

Também lemos um livro sobre répteis que está em nosso Cantinho de Leitura.


E os dentes da capa? Segredo que a minha turminha já descobriu!



LAGARTIXA 2, A MISSÃO

Continuando a história que contei ontem.

Cada criança escreveu um recado para o Alex e a Cris. Eu disse que encontraria uma maneira deles lerem o que escreveram.

Cheguei em casa, fiquei pensando em "como" fazer um recado endereçado a alguém chegar ao "destinatário". Tirar foto dos cadernos? Escanear tudo? Tirar cópia? 

Criamos tantas situações "artificiais" de escrita na escola, e eu tinha ali uma situação real, pois eles escreveram um recado para os autores de um livro que agradou toda turma.

Mudei o rumo dos pensamentos, liguei o computador e comecei a elaborar uma maneira de transmitir os recados.

Folhas impressas, capa, uma cartinha de apresentação, saco de bolinhas, espiral. Tudo pronto. Hora de dormir.

No cantinho de leitura, li "Eu sou uma lagartixa!" novamente, pois duas meninas faltaram ontem. Todas as emoções revividas naquela leitura.

Expliquei que não teria como levar os 28 cadernos, que cada um faria o seu recado e o desenho, como estavam no caderno.

Fizemos uma revisão nos textos, alguns colocaram mais detalhes nos desenhos. Muito capricho!

Montei o nosso livro dos "Recados para Alexandre e Cris".

Cartinha de apresentação do livro "Recados para Alexandre e Cris"

Usando a rede social, entrei em contato com o Alexandre para entregar nossa  surpresa.
Depois da escola, ônibus, Metrô, estação Cidade Nova, cheguei ao Salão do Livro!!!

“Missão dada, missão cumprida”! O livro produzido pela turma foi entregue ao Alexandre, e tudo foi registrado pela professora Inês Rocha, que curtiu comigo este momento tão especial.

Livro do Alexandre e da Cris e a produção da turma 1202




Alexandre, eu e Inês Rocha

Dedicatória do Alexandre para a turma 1202

Alex Gomes e Cris Alhadeff
 Na mensagem de cada criança está
 tudo que eu gostaria de dizer a vocês sobre o livro.
Obrigada,
Ivanise Meyer


Textos publicados no Facebook (4 e 5 de julho de 2018)
Organizado por Ivanise Meyer®

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...